Mutantes – Cavaleiros Negros (1976)

mutantes-cavaleiros-negros-1976Originally published on 23.12.06 (New Progshine blog)

Mutantes
Cavaleiros Negros (Single)
1976
Som Livre / 402.6039

Track listing:
01. Cavaleiros Negros – 8’26
02. Tudo Bem – 4’14
03. Balada Do Amigo – 3’24
Total length: 16:04

Review:

Todos já conhecemos, não é mesmo? Se não dá uma olhada no último post que eu fiz deles. OK?

01. Cavaleiros Negros
Serginho na guitarra, dá licença? Letra profética, som alucinógeno, e vocais perfeitos em todos os sentidos. Era o ponto máximo da carreira deles, maldito Brasil. Uns teclados mais que sensacionais, um clima de calma e paz (acho que definitivamente era isso mesmo que Sergio tinha em mente na época). Em seguida fica sombrio mas claro, estranho mas normal. A explicação só pode ser sentida pela intuição, mente e pelas devidas partes auriculares do corpo. Progressivo de primeira grandeza!

02. Tudo Bem
Já começa agitando, vocal matador. E um groove praticamente insuperável. Segunda voz feita (ao que tudo indica) pelo tecladista Túlio Mourão, as guitarras são sensacionais, refrão marcante tipo Bicho-Grilo, pra cantar junto mesmo. Solo de bateria no meio sem sombra de dúvidas Rui é excelente! O timbre de baixo do Antonio também é sem igual, muito bom. Um duelo de teclado e guitarra, enfim… a mesma qualidade do início ao fim.

03. Balado Do Amigo
Violão e piano iniciam uma das canções mais bonitas feitas em território nacional, sem exageros! Qualquer rádio deveria tocá-la ainda hoje. Uma letra muito boa falando sobre amizade e companheirismo (coisas que faltam muito nesse mundo). Imagino essa música com um clipe de fotos, sabem? Daqueles que ficam passando várias fotos de amigos em um fundo negro? Eu sei, eu sei, minha mente viaja mesmo. E vocês acham que a música serve também pra que? Esqueçam os entorpecentes, ouçam música!

Esse Compacto fez a cabeça de muita gente na época, e eu pra não deixar a galera sem post por muito tempo, decidi colocar. Deixou muita gente com esperança na época (pra um novo disco) o que nunca se concretizou, uma pena!

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s