Egberto Gismonti – Dança Das Cabeças (1977)

egberto-gismonti-danca-das-cabecas-1977Originally published on 21.12.06 (New Progshine blog)

Egberto Gismonti
Dança Das Cabeças
1977
ECM / ECM 1089

Track listing:
01. Quarto Mundo – 25’21
02. Tango – 24’30
Total length: 49:51

Review:

O carioca Egberto Amin Gismonti, multi instrumentista (piano, teclado, violão, flauta, percussão e voz), começou seus estudos aos 5 anos de idade, começou a carreira profissional em 1968 com a composição O Sonho. Entre 1968 e 1971 morou na França. Em 1969 lançou seu primeiro trabalho que foi só o pontapé de uma vasta discografia.

01. Quarto Mundo
Pássaros (ou então algo, alguém os imitando) começam o álbum. Flautas em uma floresta é isso que temos e ouvimos, ter o poder de fazer as pessoas imaginarem é pra poucos. Estremo virtuose Egberto nos mostra várias facetas em vários instrumentos. Em seguida temos o Berimbau. O violão é outra virtuosidade do multi-instrumentista, o cara é fera no violão, melodioso e rápido. Várias passagens sensacionais. A percussão, o violão, tudo remetendo a uma mistura de Brasil e mundo. Vocais soltos no fundo de tudo. O cara é realmente algo de outro mundo no violão (e olha que ele só começou a tocar em 1968?!) Um balanço, um frevo dos infernos, psicodélico e sem igual. Em seguida a calmaria. Me lembra um pouco o Quadros De Uma Exposição do Mussorgsky ao piano, calmo e enérgico, tudo numa coisa só. Todas as partes da canção são uma união cerebral e espiritual, as percussões hipnóticas, os violões melódicos e estranhos, os espaços, tudo é encaixado de maneira própria e sem ‘furos’. Atonal, paradoxal, or fantasia ora realidade. Foi só o primeiro lado, e tem até samba com cuíca (risos)

02. Tango
Vemos o lado pianista do Egberto aqui, a faixa anterior era toda do violão e as ‘brasilidades’, aqui temos o lado europeu do cara. De uma extrema competência e de um virtuosismo também apuradíssimo. Da metade pra frente a canção dá uma volta de 180° trazendo na bagagem sopros dos mais variados e ‘estranhezas sonoras’. Não tem muito o que falar por aqui, imaginem um lindo filme no qual a trilha sonora é extremamente bonita e emocionante! Imaginou? Então é quase isso! (Pelo menos na primeira metade, a segunda também é uma trilha sonora… pra um filme de suspense risos). Violão e piano numa luta quase eterna (ah se não fossem os 46 minutos do LP um obstáculo, mas fiquem tranquilos o tempo é relativo como já disseram uma vez).
Muito bom!

Egberto Gismonti é irremediávelmente desconhecido, mais um brasileiro cultuado lá fora e amargamente esquecido por aqui, espero que com este post eu ajude o pessoal a ‘descobrir’ mais um ícone nacional nem mesmo lembrado e já esquecido.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s