Transatlantic – Bridge Across Forever (2002)

bridge-across-forever-545e8e3b85fbfOriginally published on 30.11.06 (New Progshine blog)

Transatlantic
Bridge Across Forever
2002
InsideOut / IOMCD 086

Track listing:
1. Duel With the Devil 26:43
i. Motherless Children / ii. Walk Away / iii. Silence of the Night / iv. You’re Not Alone / v. Almost Home
2. Suite Charlotte Pike 14:30
i. If She Runs / ii. Mr. Wonderful / iii. Lost and Found Pt. 1 / iv. Temple of the Gods / v. Motherless Children/If She Runs (Reprise)
3. Bridge Across Forever 5:33
4. Stranger in Your Soul 26:05
i. Sleeping Wide Awake / ii. Hanging in the Balance / iii. Lost and Found Pt. 2 / iv. Awakening the Stranger / v. Slide / vi. Stranger in Your Soul
Total length: 72:51

Review:

01. Duel With The Devil
I.Motherless Children
Longo? Não! Que besteira isso é lindo! Os cellos e violas do começo são fantásticos pra um ínicio bombástico desse, a primeira parte da canção tem uma parte sensacional instrumental. Instrumentistas sensacionais, eu ainda me pergunto como conseguem decorar tantas partes e tão complexas. (sim! Decorar! Já que eles tocavam ao vivo tudo certinho.) Impossível não notar uma leve influência de Rush nessa primeira parte. E quando começa a letra (aos 4’40) impossível não cantar junto. Refrão inebriante.
II.Walk Away
Violão no início para mudar. A 2ª parte é muito bonita, sensibilidade a flor da pele. A 2ª parte dessa 2ª parte (risos) tem outro refrão sensacional, vários vocais pergunta e resposta invadem os ouvidos e grandes vocais no finzinho. Pra que então entre uma parte pesada e cheia de teclados ferrados de bons, bateria quebradíssima (o que é natural de Portnoy). O baixo de Pete sempre tem um timbre que eu amo, é o que eu chamo de ‘faca’, aquele som metálico que nós herdamos de Chris Squire (Yes).
III.Silence Of The Night
A 3ª parte acalma tudo para repensar. Fechado pra balanço, meio jazz essa parte repete os primeiros versos da canção num outro tom de escuta. As guitarras fazendo sempre melodias sensacionais. Keith Mears lá pelas tantas dá a sua graça com um saxofone que remete ao som do Pink Floyd (sempre saxofone em prog vai lembrar Pink Floyd, o que é ótimo.) o que dá um toque ainda mais sensacional.
IV.You’re Not Alone
You’re Not Alone é mais uma parte sensacional, bateria quebrada em 4/4 (e pode?). Volta o refrão de Motherless Children totalmente diferente. Destaque pro baixo.
V.Almost Home
O final da música é um tanto angustiante, pra logo em seguida voltar à calmaria. E o coral. Dando um toque sensacional a tudo. Um épico, sem palavras.

02. Suite Charlotte Pike
I.If She Runs
Essa começa em ritmo totalmente descontraido, até ‘erros’ acontecem, e o melhor foram deixados. Mais uma parte cheia de encantos. O groove é quase indecente! O finalzinho é demais. ‘It’s hard… It’s hard… It’s hard…)
II.Mr. Wonderful
Essa daqui é destaque em tudo, melodia mestra. Pianinho no fundo, baixo mandando. Uma pertezinha doida, um teclado ultra psicodélico pra que então…
III.Lost And Found Pt.1
Já comece na última faixa do que existe de legal na música. Sem palavras, só cante junto!
IV.Temple Of The GodsVoltamos a melodias anteriores, me dá uma sensação de conforto ouvindo uma faixa que eu já conheço numa música nova. Vocais de fundo muito legais dão um toque. Pra logo em seguida… novas melodias.
V.Motherless Children/If She Runs (Reprise)Sabe o que acho? Que analisando mais a fundo o disco como estou agora fiquei mais apaixonado por ele ainda. Se já tinha ficado no primeiro momento que eu trouxe ele pra casa agra então…. Putz.

03. Bridge Across Forever
A canção que dá nome ao disco é balada típica de Neal morse ao piano (não que isso seja ruim, pelo contrário). Neal Sempre compôs belas baladas. Só as letras foram mudando com o passar do tempo para temas mais ‘vamos dizer assim’ cristãos, acho que aqui é o começo. Infelizmente depois ele achou que não era mais legal participar de projetos mais digamos ‘seculares’, sei lá. É linda, mas acho que o porém do disco, difere demais do resto. Mas o vocal dele é demais.

04. Stranger In Your Soul
I.Sleeping Wide Awake
Novo começo de violinos, violas e cellos, parecido mas diferento com o começo. Logo em seguida teclados e timbres que se não são Genesis eu não sei o que é (caraca como o Tony Banks é influência pra metade dos tecladistas prog que vieram depois). A melodia que segue de guitarra é sem precendentes. Vocal sem dúvida incrível. Sabe o que eu sinto ouvindo isso? Já viu aquelas cenas em filmes onde a pessoa coloca a cabeça pra fora da janela do ônibus com um sorriso de orelha a orelha no rosto e os cabelos voam ao vento? Então é assim que eu me sinto. Livre, um novo caminho pra tudo me espera lá fora.
II.Hanging In The Balance
Pra logo em seguida entrar essa parte e eu me lembre que a vida é realidade e que realidade é cruel. Mas pode ser mais fácil indo pelos caminho do seu coração. É só prestar atenção ao seu redor. Como eu amo essa melodia do final.
III.Lost And Found Pt.2
‘Don’t you think if you could be lost’ cante junto. Karaoke prog. Se você não tiver vontade de cantar enquanto ouve você tem sérios problemas. Baixo sensacional.
IV.Awakening The Stranger
Peso! Muito! Guitarras, baixos e baterias, tudo seguido de perto por teclados. Pra que então a calmaria entre e novamente traga leveza aos corações.
V.Slide
Passagem de valor e peso, amor incondicional ao mundo do som. Bela levada de baixo. Os teclados do Neal são fabulosos, timbres fantásticos. Um solo de baixo lindo ao final.
VI.Stranger In Your Soul
A letra existencialista das canções são maravilhosas. Em sua quase meia hora esse épico é fantástico, na proporção de qualquer 70’s, uma banda que pouca gente conhece, devemos pesquisar mais com certeza.
PS. ouçam até o final, pq só acaba quando termina.

Desde a primeira vez que vi esse disco, peguei a capa, vi os nomes envolvidos, vi o tempo das canções, coloquei no Som e escutei, desde a primeira vez me senti privilegiado por ter escolhido os caras e esses caras terem me escolhido, quero mais é que o mundo exploda quando ouço Transatlantic.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s